quinta-feira, setembro 27, 2007

"Se acomodar é o pior remédio. O cérebro é feito de carne e sangue e precisa ser sempre exercitado, como um músculo."
Paulo Mattos

segunda-feira, setembro 24, 2007

O TEMPO

Quem teve a idéia de cortar o tempo em fatias,
A que se deu o nome de ano,
Foi um indivíduo genial!
Industrializou a esperança,
Fazendo-a funcionar
No limite da exaustão.
Doze meses dão para qualquer ser humano
Se cansar e entregar os pontos.
Aí entra o milagre da renovação
E tudo começa outra vez,
Com outro número
e outra vontade de acreditar
Que daqui para diante
vai ser diferente.

(Carlos Drummond de Andrade)

segunda-feira, setembro 10, 2007

O guarda-chuva

Há entre nós, eu e o guarda-chuva, uma velha quizilia, mercê da qual nunca fomos bons camaradas. Esse objeto fúnebre, negro, que parece um triste viúvo sempre de luto e pingando lágrimas é de per si signo de mau tempo e de tempestades.
Lembra um longo morcego pendurado e bamboleando no braço do pedestre ou uma asa murcha de Satanás desmoralizado.
Em casa é sempre incômodo. Aberto, dá azar. Fechado, colocado num canto após um temporal, enxarca o assoalho com uma pocinha de água como se ali um cachorro sem raça se houvesse acoitado e feito pipi. Muito luluzinho de estimação já apanhou, sem culpa, por causa de um guarda-chuva.
Como arma de defesa não presta: quebra à toa e uma guardachuvada é sempre amortecida pelo pano.
Queiram ou não queiram, porém, essa barraquinha errante é necessária, senão indispensável.

Menotti del Picchia